Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.

Blog

Cyber segurança

Ataques cibernéticos em 2022: Brasil registra mais de 100 bilhões de ameaças

19 de julho de 2023

Estudos recentes demonstram o quanto o Brasil ainda precisa aprimorar a sua conscientização em relação à segurança cibernética. O país é o segundo mais ameaçado entre as nacionalidades que estão localizadas na América Latina e no Caribe. Conforme dados da Fortinet, o Brasil registrou 103,16 bilhões de ataques cibernéticos em 2022, ficando atrás apenas do México, que teve 187 bilhões de casos registrados.

De acordo com o levantamento da FortGuard Labs (Laboratório de Inteligência e Análise de Ameaças), isso representa um aumento de 16% em relação a 2021, quando o Brasil registrou 88,5 bilhões de ataques. Em um âmbito global, os crimes motivados por interesses financeiros são os mais cometidos, contabilizando 73,9% das ocorrências. Depois, está espionagem com 13%.

Segurança cibernética: as principais ameaças

A principal ameaça para pessoas físicas e jurídicas segue sendo o ransonware, que se mantem sendo disseminado em níveis elevados em todo o mundo. Conforme o relatório, 82% dos crimes cometidos possuem algum envolvimento com ransonware e scripts maliciosos. Isso acontece devido ao crescente aumento de RaaS (Ransonware As A Service) na dark web.

A massiva distribuição de malwares wipe também é outro agravante. Assim, os criminosos também estão reutilizando códigos para automatizar as ameaças. O relatório Fortinet identificou que existem malwares criados a mais de ano, confirmando que os atacantes se beneficiam em termos de eficácia e economia de custos para reutilizar e reciclar códigos em seus ataques.

Números gerais nas Américas

O total de ataques cibernéticos em 2022 na América Latina e Caribe foi de 360 bilhões de tentativas. Assim, depois de México e Brasil, Colômbia e Peru acompanham o ranking com 20 bilhões e 15,4 bilhões de ameaças cibernéticas respectivamente. O estudo Fortinet também trouxe um dado bastante relevante sobre a falta de segurança dos últimos meses.

Conforme o levantamento, o Brasil demonstrou um aumento de cibercrime de 61,7% do último trimestre quando comparado a 2021. Só entre outubro, novembro e dezembro foram registradas 30,4 bilhões de ameaças cibernéticas contra 18,8 bilhões do trimestre anterior (julho, agosto e setembro de 2022). Alexandre Bonatti, diretor de engenharia na Fortinet, falou sobre o poder de conscientização sobre segurança.

“A conscientização em segurança cibernética é fundamental para evitar que os criminosos obtenham acesso aos dados e sistemas das empresas, principalmente se pensarmos que a invasão ocorre quando um usuário desavisado navega na internet e baixa involuntariamente um arquivo malicioso ao visitar um site comprometido, abrir um anexo de e-mail ou ao clicar em um link ou janela pop-up enganosa”, explica.

Proteja a sua empresa contra ataques cibernéticos

De tempos em tempos, novos estudos e pesquisas são divulgados apresentando potenciais riscos e dados envolvendo cibercrimes. Apesar disso, muitas empresas ignoram a conscientização em segurança cibernética e acabam expondo seus dados para criminosos.

Porém, você não precisa fazer parte desse grupo! A Box Tecnologia é uma empresa especializada no ramo de segurança cibernética. Oferecemos uma gama de soluções para adequar a realidade do seu negócio às exigências e ameaças presentes no universo digital. Entre em contato com nossos um de nossos especialistas e veja como garantir a segurança da sua organização.

Compartilhe este artigo: